Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Prazer, Diana

Prazer, Diana

16
Out17

E tu, como é que te inspiras?

Diana

Moro algures nos subúrbios da Grande Lisboa. Embora tenha algumas zonas verdes nas imediações e tenha uma vista que apanha o monte e uma zona da cidade que parece ser calma mas isso é apenas por estar longe e ainda tenha direito todos os dias a assistir a um pôr-de-sol de cortar a respiração, é impossível esquecer que vivo num apartamento. Mesmo que abra a janela e feche os olhos não dá para imaginar que estou noutro sítio, o barulho que há na rua é inevitável e chega a ser mais perturbador do que o silêncio que existe dentro das quatro paredes brancas graças às milagrosas janelas de vidro duplo.

 

Moro algures nos subúrbios da Grande Lisboa, sempre morei. Devia de estar habituada, não é? A verdade é que sempre achei isso mesmo, que estava habituada, que tudo é uma questão de hábito. Mas neste caso, não. Quando estou no meio da minha confusão só consigo pensar que quero uma vida melhor que esta, ou seja, instantaneamente penso no dinheiro, no caminho mais curto que me dará melhores condições. Não consigo pensar no que eu quero e no que me poderei diferenciar. Não consigo sequer fazer trabalhos para a faculdade originais, não consigo ter ideias. O meu pensamento recai sempre sobre o mesmo: tenho de sair daqui!

 

Embora não tenha grandes oportunidades, nem um refúgio específico, gosto de estar ao ar livre num local com ar verdadeiramente puro. Sem poluição. Sem gritos/discussões alheias. Sem garrafas de cervejas a caírem ao chão. Sem música cujo ritmo até pode ser giro mas que a letra não tem sentido nenhum aos altos berros. Sem nada disso. Apenas o barulho da natureza. Apenas o barulho de pessoas a rir. Apenas o barulho de crianças a brincar. É assim que me inspiro. É assim que consigo desligar-me de tudo ao meu redor e focar-me apenas em mim e nas minhas coisas. É assim que num pequeno espaço de tempo sou egoísta e não penso em mais nada, nem ninguém.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D